Megaman Powered Up – Minianálise

O Mega Homem Energizado

Autor: Vinicius

Ficha Técnica:

Megaman: Powered Up

Data de lançamento: 2 de março de 2006

Plataformas: PSP (PlayStation Portable)

Outras análises do autor para o RPG: Aliens: Infestation (Nintendo DS) / SteamWorld Heist (Multiplataforma)

Fonte do Vídeo: IGN

O primeiro Mega Man foi um jogo que envelheceu relativamente mal em relação aos outros jogos da série no NES, pensando nisso em 2006 a Capcom resolveu refazer o jogo com novos chefes, fases, modos de jogo e personagens jogáveis.

Arte feita no jardim de infância

A arte foi completamente refeita em um estilo mais cartunesco, mais cartunesco que o normal para a série, mas, funcionam bem para o jogo e a sua proposta de refazer o primeiro jogo, os inimigos ainda são reconhecíveis e as fases ficaram bonitas, mesmo que as cores sejam um pouco apagadas. Os inimigos e o Mega Man também ganharam novas animações, algumas são boas outras, como o Mega subindo nas escadas, são muito mal feitas.

Sons

As músicas foram remixadas e são agradáveis de ouvir.

O jogo ainda adiciona dublagem para todos os personagens, que é irritante em alguns, complementa bem outros, como no caso do Robot Masters que ganham muita personalidade através dos sotaques que eles ganharam, como por exemplo Cutman que tem uma voz mais acovardada.

Infelizmente uma área que o som sofre são os efeitos sonoros, que na tentativa de deixa-los com mais cara de desenho animado ficaram irritantes, um dos mais irritantes foi o som do Mega Buster, que se assemelha a uma arma laser genérica em um desenho de ficção genérico.

Gameplay

É aqui que o jogo brilha. Primeiramente o jogo conta com 2 modos principais, um que é Mega Man 1, e que a única diferença são os gráficos e efeitos sonoros e em um geral é igual a versão de NES. Já o segundo modo é a atração principal que conta com fases remixadas e com novos elementos. Duas dessas são novas fases e com dois chefes novos. O game ainda conta com a habilidade de selecionar a dificuldade de forma individual. No Hard fazem suar até os mais experientes fãs de Mega Man, além disso todos os chefes ganham ataques novos.

Outro modo de jogo disponível é o modo Challenge, no qual o jogador é desafiado com 100 desafios, e ao completar todos eles um novo personagem jogável, Proto Man, é desbloqueado.

E falando em personagens jogáveis o jogo ainda dá a opção ainda de jogar com Roll (DLC), os 8 robot Masters, o previamente mencionado Proto Man (que pode ser desbloqueado completando 100 challenges ou baixado como DLC) e mais 3 variações do Mega Man, deixando o jogo com 14 personagens jogáveis.

O jogo ainda conta com um editor de fases que podiam ser compartilhadas na net, posso afirmar que até 2014 o serviço ainda funcionava, e mais partes de customização podem ser encontradas durante as fases como colecionáveis. E pra quem gosta de usar o Slide e o Mega Buster, duas mecânicas que só foram introduzidas no MM3 e MM4 respectivamente, sendo que 2 das variações de MM desbloqueáveis possuem essas habilidades.

Conteúdo Extra

Os DLC do jogo são a Roll e Protoman, que eram pagos, e mais 12 roupas para a Roll (gratuitas) e vários Stage Packs, que continham partes novas para o editor de fases, cada uma baseada em um feriado e várias fases promocionais.

Veredito

Um dos melhores jogos da série, que busca inspiração em vários elementos do jogo original e dos jogos que vieram depois dele. Traz elementos próprios, e ainda possui um fator replay alto devido a vários desses elementos. O jogo ainda fez um bom uso de DLC. Jogo obrigatório pra qualquer coleção do PSP.

O jogo também foi relançado em um Double Pack pra PSP com Mega Man Maveric Hunter X.

Ajude o site a crescer, compartilhe este artigo. (:
  • Vinicius

    Originalmente o review era maior, mas devido a problemas com o PC eu o perdi, e como queria falr desse jogo ainda esse ano, fiz um mini review.

  • Dark Angel Caxias

    Como acredito já ter comentado em outras ocasiões por aqui, minha experiência com Megaman é bastante limitada; fora os ocasionais vídeos de gameplay de diversos jogos (mas, especialmente, os da série X), apenas joguei um game da franquia, no caso o primeiro Megaman X através do Virtual Console do Wii U. Apesar disso, naturalmente eu respeito muito a franquia; e, vendo esse jogo, juntamente ao Maverick Hunter X, faz-me desejar que a Capcom fizesse mais desse tipo de remake, ao contrário dos atuais remaster: jogos realmente refeitos, acrescentando várias novas mecânicas e possibilidades ao jogo original. Imagina uma coletânea do Megaman original refeita totalmente nesse estilo? Ou então, a série X no mesmo modelo do Maverick Hunter X? Penso que seria algo incrível, e digno de destaque; mais do que simples coletânea dos jogos dos NES reunidos, como são os Legacy Collections…

  • Krawser

    Não conhecia muito do jogo e tbm tenho pouca experiência com os jogos da franquia (só joguei o X tbm). Mas curti o mini review!

  • Mysteron

    Joguei ele em emulador e gostei bastante, apesar do “feeling” do jogo não ser o mesmo da versão original. Mas como mencionado ontem, baixei o MM Legacy Collection, vou ver se dá para aproveitar o meu conhecimento sobre o primeiro jogo para torná-lo mais fácil (ou menos difícil).

  • Mais um ótimo jogo que está sentadinho no meu backlog desde o dia em que eu descobri que ele existia. E vai ficar por lá por algum tempo ainda, até que eu consiga colocar alguma coisa em dia, hahahahah. Megaman é vida, belo review!!!